Paróquia São João Batista - Meriti

Comunidade Bom Pastor

bom-pastor-2_0Padroeiro:

Bom Pastor
4ª domingo de Páscoa

Pastor é aquele que vai à frente do rebanho para indicar o caminho que conduz às pastagens e às nascentes de água. Jesus é o único “verdadeiro pastor” e ninguém pode arrogar-se o direito de ocupar o lugar dele.

O caminho que ele percorreu e que ele aponta para todos é o da entrega da própria vida por amor. São suas ovelhas aqueles que decidem seguir suas pegadas.

“Na Parábola do Bom Pastor (Jo 10,1-21) o evangelista São João narra o diálogo entre Jesus e um grupo de fariseus. João apresenta Jesus declarando a sua intenção de tirar os seus seguidores da instituição judaica. Jesus se apresenta como a verdadeira e única alternativa de vida. Apresenta-se como modelo de Pastor, entregando sua vida para que os seus seguidores tenham a certeza da vida verdadeira. Revela a sua unidade com o Pai que lhe confiou esta Missão.

João mostra como o diálogo de Jesus com os dirigentes judeus provoca divisões entre os dirigentes opressores. Esta passagem mostra também com clareza Jesus se posicionando contra as atitudes dos dirigentes judeus, enquanto exploradores do povo. Suas Palavras querem esclarecer o caminho da verdadeira vida. Esta verdadeira vida não está na lei, pela qual os dirigentes judeus, são ofuscados e escravizados. Enquanto presos na sua cegueira procuram justificar a vontade de Deus através de falsos ensinamentos para se manter nas vantagens e interesses de proveito próprio.

Jesus, ao contrário, afirma que sua Missão como enviado de Deus é tirar o povo explorado da instituição opressora e formar uma nova comunidade, livre e plena de vida. Jesus oferece a sua própria vida para que os homens possam crer e ter acesso a esta nova comunidade de vida. Apresenta-se como a porta que dá acesso à verdadeira e plena vida. Sua vida é um testemunho de Amor que Deus tem por cada ser humano. A fonte desse amor nasce do relacionamento aberto que Jesus estabelece com o Pai. Jesus comunica a luz da esperança de Deus à humanidade, abrindo acesso para a nossa participação nesta fonte viva e inesgotável de amor, através do Espírito que Jesus testemunhou pela sua vida.

10432462_571243019663814_5631436930929212990_nAo se declarar o Bom Pastor, Jesus se revela como o Messias que doa a vida livremente. Quem se abrir à sua mensagem faz a experiência da presença do amor desabrochando para a vida. Crer nesta nova mensagem é aderir interiormente a ela com afinidade espiritual.

Nos primeiros seis versículos do referido capítulo, João apresenta Jesus dialogando com os dirigentes do povo, procurando fazê-los enxergar o seu pecado. Estes, através de suas atitudes, se tornaram ladrões e bandidos, dispersando e explorando em proveito próprio as ovelhas (povo), privando-as do que a elas pertence. Submetem-nas à violência, ao medo e à morte, pelo sistema opressor, que divide e exclui, mantendo o povo em seu estado de miséria.

A imagem do Bom Pastor que entra pela porta e é reconhecido pelas ovelhas se opõe aos ladrões e bandidos que saltam o muro e dispersam as ovelhas. Quem não entra pela porta não pode se aproximar das ovelhas, mas só divide e explora porque está escravizado pelo desejo de possuir riqueza e poder.

Jesus se coloca como única alternativa, a porta pela qual devemos entrar para adquirir vida nova. Seguir a Jesus é dizer sim à verdadeira vida.

Aderir a Jesus significa pôr o bem do homem como valor supremo, entregar-se sem reservas a buscá-lo e não se submeter ao fechamento, medo e violência da lei. Entrar e seguir pela porta de Jesus é aproximar-se da liberdade, é aderir à vida plena, ao amor leal que transforma.

Seguir a voz de Jesus é dizer sim à vida, à justiça, à solidariedade. É construir uma nova comunidade humana aberta aos valores da verdade e dignidade, livre da escravidão do egoísmo e do pecado que oprime e mata a vida. A presença de Jesus é segurança para os que ouvem a sua voz, porque comunica vida nova. Esta experiência de libertação conduz ao seguimento, porque é luz no caminho da existência. Quem entra pela porta de Jesus não é mais um anônimo, pois ele conhece e se dirige a cada um pelo nome.

O Bom Pastor conhece as ovelhas e dá a sua vida por elas.

Bom PastorHistórico:

No mês de novembro de 1987, com o incentivo e o apoio do Frei Atílio Dalla Costa Battistuz, um grupo de pessoas reuniu-se para a Novena de Natal. A seguir, num encontro realizado no dia 09 de janeiro de 1988, o grupo se reuniu pela primeira vez após o término da novena, decidindo pela continuação dos encontros, em reuniões quinzenais, aos sábados. Utilizávamos o espaço cedido pela Escola Municipal Professor Virgílio Machado, onde também aconteciam as reuniões da Associação de Moradores do Bairro Itapuã.

O tempo foi passando e nossa história se consolidando. No dia 25 de março de 1989, dia da Vigília da Ressurreição, nosso grupo estava presente à cerimônia representado por um belo Círio Pascal, gentilmente ofertado a nós por Frei José Pereira, Pároco na ocasião.

Passamos então às reuniões semanais, às terças-feiras, em rodízio, nas casas dos membros do grupo, já então identificados com o nome “Círculo Bíblico Itapuã”, nome do bairro de nossa localização. Realizávamos também Celebrações da Palavra, quinzenalmente.

Em 1990, demos início à catequese em preparação ao sacramento da Eucaristia, com duas turmas: uma de pré-catequese e uma de 1ª fase.

No dia 22 de outubro de 1991, foi realizada uma Assembléia para a escolha do padroeiro. Após a eleição ficou decidido adotarmos o nome de:
Através do Projeto Esperança II, conseguimos um terreno com uma casa para nossa fixação – Rua Cândida Pires, 773 – A lavratura da escritura aconteceu em 19 de novembro de 1992. Porém, não tomamos posse, pois havia lá um morador que se recusou a sair. Inicia-se então uma ação judicial e um grupo de oração do terço, às segundas-feiras, à noite.

No dia 08 de janeiro de 1995, conseguindo tomar posse de nosso terreno, realizamos a primeira celebração no novo local.

Bom Pastor - INTERNOO tempo foi passando… As vocações foram florescendo, serviços e pastorais se consolidando… Em novembro de 1998, recebemos com muita alegria a visita pastoral de Dom Mauro Morelli.

Em 14 de maio de 2000 – Domingo do Bom Pastor, foi celebrada a primeira missa no salão recém-construído. Ficamos realizando naquele local nossas celebrações, missas, orações, estudos bíblicos e catequese.

Em julho de 2003 teve início o período de Missões na Paróquia. Nossa Comunidade foi a primeira. Junto conosco caminharam os Freis Tatá, Walter, Toni Michells e os estudantes, Freis Erivelton, Paulo e Guimarães.

No dia 29 de abril de 2007, Domingo do Bom Pastor, com o apoio e o incentivo do Conselho Administrativo Paroquial e após uma belíssima procissão, ‘inauguramos’ nosso Templo, com a missa presidida por frei Paulo Santana.

No dia 29 de setembro de 2007, em regime de mutirão, foi demolida a antiga casa que nos acolheu no terreno-sede da Comunidade.

Em janeiro de 2008 completamos 20 anos a serviço do Reino de Deus!

Com imensa alegria, no dia 21 de setembro de 2008, recebemos pela primeira vez nosso bispo, Dom José Francisco Rezende Dias, em sua visita pastoral.

Em 2013, celebramos nosso Jubileu de Prata com o lema “Pelos prados do Bom Pastor celebrando o Jubileu nos caminhos de Deus”. Foram momentos de muita alegria para nós e toda comunidade paroquial que veio conosco festejar.

Ele dá a vida por suas ovelhas e nós tentamos dar um pouco de nossas vidas a serviço dos irmãos e da Comunidade.

Programação semanal:

Domingo: Toda semana – Celebração – 8h

Toda semana – Crisma – 10h

Toda semana – Inscrições para o Batismo – 10h

1º Domingo – Adoração ao Santíssimo – 9h

2º Domingo – Missa – 8h

Segunda-feira: Toda semana – Terço em Comunidade – 15h

1º Sábado: Grupo Fé e Cidadania – 15h

3º Sábado: Pastoral Litúrgica – 15h

3º Sábado: Conselho Comunitário – 16h

Contatos
E-mail: comunidadebpastor@yahoo.com.br

Facebook: Bompastor Sjm

X